quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Serra Elétrica Inacreditável

Completamos um mês de Grenalzito hoje, 26 de fevereiro.
Chegamos a marca após o Grêmio massacrar o time universitário do Chile na estreia da Libertadores.

Eu nunca tinha visto disso! Uma superioridade tão grande e nenhum gol marcado. O Tricolor chutou tanto, criou tanto, que isso acabou fazendo mal.

Cada bola que não entrava, dobrava a ansiedade dos jogadores e da torcida. O Grêmio tentou de cabeça, pelo chão, de falta, de perto, de longe, com o goleiro batido, com o goleiro salvando, depois que o juiz já tinha parado o lance, e não deu porque a bola não ia entrar de jeito nenhum ontem à noite. Foi inacreditável. Veja o vídeo lá embaixo.

Mas, vamos às análises frias:
*O 3-5-2 do Seu Celso foi perfeito na essência. Os laterais quase nem voltaram (tá certo que La U não exigiu isso deles), jogaram do meio pra frente.

*O Grêmio não escolheu lado para subir. Tanto pela esquerda com Jadilson, que foi novidade na escalação, quanto pela direita, com Ruy, o Tricolor foi perigoso.

*Também não optou só pelo meio. O Grêmio foi arrasador no ataque. Não fez gols, certo, mas criou jogadas individuais, fez tabelas, infiltrações. Jogou futebol total, como eu não via jogar desde.... faz tempo. Não foi um time limitado por uma jogada.

*A Geral voltou e isso é bom. Não sei o acordo que fizeram, mas esteve lá 90 minutos cantando.

*La U é um time com um goleiro muito bom e um bom toque de bola.
*No grupo 7, ficou bom para o Boyacá, que venceu seu jogo fora de casa contra o Aurora e tem 3 pontos, contra 1 do Grêmio e 1 do Universidad do Chile.

*Se o Grêmio jogar assim fora de casa também, certamente irá longe na competição. O gol sairá. É impossível não acontecer.

Notas:
Victor:
Sem nota, não foi exigido em nenhum lance.

Léo: 8 - Reapareu bem depois das primeiras rodadas abaixo de seu futebol no gauchão. Saiu jogando com categoria sempre que necessário.

Réver: 7 - Foi o zagueiro que menos jogou. É baita jogador, mas às vezes parece lento ao correr atrás dos atacantes. No ataque, deu uma cabeçada que poderia ter sido gol. Saiu raspando o travessão.

Rafa Marques: 8 - Foi como o Léo e também deu uma cabeçada no ataque que quase foi gol. A bola saiu riscando a trave.

Ruy: 8 - Foi ao fundo, apareceu sempre. Errou um chute na chance clara de gol.

Jadilson: 7,5 - É incisivo no apoio, mas às vezes parece júnior por se embasbacar demais com a bola. Precisa ser mais objetivo em algumas bolas. Mas cruza muito bem e venceu quase sempre o marcador.

Adilson: 9 - Revezou-se com Tcheco na primeira e segunda função da meia-cancha. Não sai mais do time. Marcou pra cacildis!!!! Saiu jogando com qualidade, estava em todas as partes do campo, mostrou um vigor físico impressionante. Encaixou.

Tcheco: 8,5 - Dizem que o Maestro some em jogos decisivos. Pois este era (pela importância da estreia na Continental) e Tchequito esteve muito presente. Armou, organizou, cobrou o árbitro, cobrou faltas muito bem e até fez jogadas individuais. Ah, fez um corta-luz pra deizar Rivaldo com inveja.

Souza: 8,5 - Está impoissível. Driblou, cobrou faltas e correu muito. Foi um jogador perigoso o tempo todo. E mostrou estar com sua pontaria em dia nos chutes de longa distância. Não fosse a sorte do goleiro da La U, teria tomado aquela falta na boca e estaria até agora vendo estrelas.

Jonas: 8 - No geral foi bem, mas ele e o Alex Mineiro às vezes estavam longe, outras, perto demais. Sofreu pênalti que o juiz não marcou e fez boas jogadas individuais.

Alex Mineiro: 7 - Demorou pra entrar no ritmo acelerado da Libertadores. Driblou o goleiro (depois do corta-luz do Tcheco), mas errou o chute sem gol.

--> Reinaldo: 3 - Entrou e não deu opções diferentes para o ataque.
--> Douglas Costa: 5 - Entrou e só fez firulas. Recebeu 5 porque pra fazer firulas tem que ter as bases também. Precisa ser mais objetivo e tocar mais a bola.
--> Fábio Santos: Sem nota - não participou o suficiente.

7 comentários:

André Colombo disse...

Jogo sem graça !!!

Mas o Grêmio jogo como tinha que jogar !!! Falto so entrar o time adversário em campo, não apenas o Goleiro !!!

Jogar 11 contra 1 é fácil e olha que não saiu do zero.

André Colombo disse...

Jogo sem graça !!!

Mas o Grêmio jogo como tinha que jogar !!! Falto so entrar o time adversário em campo, não apenas o Goleiro !!!

Jogar 11 contra 1 é fácil e olha que não saiu do zero.

André Colombo disse...

Jogo sem graça !!!

Mas o Grêmio jogo como tinha que jogar !!! Falto so entrar o time adversário em campo, não apenas o Goleiro !!!

Jogar 11 contra 1 é fácil e olha que não saiu do zero.

Mau Haas disse...

tá, tá... já entendi teu comentário André!!! hahahahahaha

Gonçalves disse...

huihuaihuia..saiu comentário a rodo ae...bah recém ontem fui me dar conta que esse Universidad não foi o mesmo que jogou contra o Inter pela Sula..aquele outro parecia um pouco melhor do que este que enfrentou o Grêmio...os cara na boa fizeram uma força enorme pra entregar arapadura, acho que numas 5 vezes eles roiubaram a bola frente a própria área e entregaram de bandeja para azarado ataque gremista...do time deles só se salva o goleiro e o Cuevas que entrou na segunda etapa.

André Colombo disse...

Cliquei 1 vez e não foi, cliquei 2 e não foi quando cliquei a 3º foi os 3 lol, so mais possitivo que o ataque do Grêmio AHAHAhA

Felipe Conti disse...

HAHAHHAHA! Bem mais positivo André! 3 comentários em um post, e eles em 90 minutos só bola na trave! ehehehhehe
Abraço