quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Erechim

Hoje de noite, em horário de festa, tem treino pra goleiro e reservas. Os titulares descansam para o GRE-NAL de Erechim, que é o que importa.

Mas, sabe onde fica Erechim?

Procure no mapa, lá perto da divisa com SC, nas proximidades de Chapecó. (Clique na imagem para vê-la maior)

Por que levar um GRE-NAL, tipicamente e originalmente portoalegrense, para um lugar tão distante da capital? Ainda mais sendo o primeiro GRE-NAL do ano do centenário do confronto, este sim, o "GRE-NAL do Século".

Difícil de entender, se você também é um portoalegrense, ou um rapariga morador das redondezas. Mas, fácil,se tu passaste anos torcendo de longe, sonhando com o dia que terias grana para pegar a estrada no sábado, alugar um hotelzinho de quinta perto da rodoviária, acordar e ir cedo pro estádio, visitar a sala de troféus, o museu e entrar quando os portões abrissem para pegar um bom lugar.

Foi assim a minha vida toda. Nasci a 550km de POA. Sempre sonhei em ver um GRE-NAL. Só consegui o feito com 18 anos na cara, tendo que percorrer 600km para assistí-lo. Pior, vi o Grêmio perder de 3 a 1, no Olímpico. E, pra indignação maior, o único gol tricolor, marcado aos 44 minutos do segundo tempo pelo ainda promissor Ândershow, eu não vi. Estava de costas, esbravejando, caminhando pra fora do Monumental.

Só pode ter sido esta a intenção "limpa" da Federação Gaúcha: dar uma chance aos fanáticos (tanto quanto os da capital) torcedores do interior.

E, o mais bonito disso tudo, é que o estádio voltará a ser metade azul, metade vermelho. Porque no estádio Colosso da Lagoa, nem Grêmio, nem Inter, poderão impedir a massa adversário de assistir ao vivo. Os ridículos 2 mil ingressos para o rival não terão vez. É fifty-fifty.

Palhaçada mesmo, é o preço dos ingressos. A FGF, ao mesmo tempo que dá uma chance, quebra o caboco. Cobrar 100 paus por um ingresso de futebol é uma das maiores injustiças do mundo. Futebol é do povo, da galera, do camarada que ganha um salário mínimo por mês (agora valiosos R$465) e não abandona seu time. Tá certo, é do playboy também, que passa o dia sentado no F5 esperando uma notícia nova. Mas, R$60 pra geral e R$150 pra cadeiras, não dá.

__________

Sobre o treino de logo mais
Não gosto desta mania de poupar. É a mesma história quando se está na Libertadores e Brasileirão ao mesmo tempo. Pra que poupar, apostar tudo num jogo, se os dois são importantes. Tá certo, entre Gauchão e Libertadores, até dá pra dar uma poupadinha, mas no caso desta semana, as coisas não batem.

Roth disse que os dois times vão "fora do ritmo ideal" para o GRE-NAL. Se falta ritmo, coloca pra jogar, não poupe. Ritmo só se consegue com sequência de jogos.

Mas quem manda é ele, o homem 3-6-1 de R$220 mil mensais. Me sobra torcer e ver nisso a oportunidade de observar Jadilson nos 90 minutos e a gurizada da base. É pra isso que serve a "balada" de hoje à noite.

2 comentários:

Felipe disse...

Bah véio, matou a pau! Fico até constrangido de escrever agora! Deve ser porque é véspera de "anus em festa", aí o magrão fica empolgado!

Abraço

JefConti disse...

Hanha......estava so esperando alguma palavrinha sobre o saudoso Roth, o velho amigão agora do outro lado... Tática 3 6 1 ???Legal e quando faz um golzinho e vira 4 6 0 hahaha.... Vai ver o Jadilson??? Será que o Alex e o D.ale vão cair no lado dele?? Acho que ele é que vai ver muita coisa.....Falo.