terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

De volta

Acabou o carnaval e "começa" o ano no país! Ritmo normal no que ainda estava meio devagar. Incluindo o futebol! Depois de pouco mais de um mês de partidas, o bicho começa a pegar é agora, a partir de março.
Portanto vamos fazer um "resumo" desse começo de temporada colorada, analisando os prós e os contras da equipe do Gigante. Gigante, aliás, que vai receber jogo de Eliminatórias de Copa do Mundo, falaremos mais adelante.

PRÓS:

Pré-temporada em Bento - Começo de ano no interior quase sempre é uma boa. Menos gasto e mais concentração nos trabalhos. Além disso a torcida do interior tem contato com os ídolos, coisa difícil durante o ano.

Contratações - Lateral esquerdo de seleção, centroavante de área, dois meias promissores e um lateral direito pra ser moldado. Somando aos garotos da base e as afirmações do ano passado, a diretoria foi quase perfeita (Fernando Carvalho um dos maiores dirigentes nos cem anos de história Colorada, sem dúvidas).

Manutenção e Vendas - O ciclo de Edinho realmente havia terminado no Beira Rio. Foi bom para ele e bom para o clube, e a torcida tem que agradecer (e muito) ao Guerreiro! Já a venda de Alex, se não foi completamente satisfatória, teve que ser feita. Nem tanto para manter a saúde financeira do clube, mas pelo simples fato de que o jogador queria sair! E nesse caso a coisa complica... Não faço parte da turma que colocava todos problemas ofensivos do time em cima do meia, muito pelo contrário, mas pelos últimos meses sua relação com o torcedor estava ficando desgastada. A transferência foi inevitável. E com ela, ou elas se incluirmos a de Edinho, Nilmar e D'alessandro ficaram!


Vitória no GRE-NAL - Nem precisa explicar!

Taison - O piá tá cada vez mais confiante, e era só disso que ele precisava. Talento, habilidade, rapidez... Atacante Made in Inter!

CONTRAS:

Alterações Táticas: Quase nenhuma. Mesmo quando jogam os reservas, o desenho tático e a distribuição das peças são iguais! A hora de experimentar é agora, nos primeiros meses e no estadual, e ainda dá tempo (segundo turno, por exemplo). Só falta coragem do departamento de futebol para autorizar e do Tite para executar. Se não fizer agora, acontece isso...

Estréia na Copa do Brasil - Primeira derrota da temporada e para um time inexpressivo. Jogar fora de casa não pode ser um tormento como foi em 2007 e 2008 (menos na Sulamericana, onde o esquema de duas linhas do Tite funcionou muito bem). Para isso é preciso TENTAR FORMAS DIFERENTES DE ARMAR A EQUIPE. Tô ficando chato, mas é um negócio óbvio! Ah, e precisa ter VONTADE, contra QUALQUER TIME, em todos os jogos!

Capitão - Guina já é uma afirmação no grupo. Com certeza é o jogador mais querido pelo torcedor e por todos no clube, além de ser um figuraça! Só ver ele treinando de capa de chuva, com 1000º em POA, para suar e se dedicar mais já dá a dimensão da importância dessa cara pro time. Por essa liderança natural do Cholo, achava melhor outro capitão. Magrão, Índio, Álvaro. Ver o Guiñazú marcando em campo é muito mais importante que uma braçadeira.

Bolívar - Lateral, zagueiro... A situação do cara tem que ser DEFINIDA! Ele tem posição, mas pode ajudar na outra, e não ficar sem saber como vai jogar durante o ano todo! E o Arílton que iria jogar na ala, foi considerado "muito fraco fisicamente". Assim como o Angelo ano passado. "Há algo de podre na lateral direita colorada"...

Prioridades - Elenco numeroso, categoria de base (que eu acho ainda mal explorada, diante da quantidade de guris talentosos), condições financeiras e estruturais... E porque com tudo isso teríamos de "priorizar" um campeonato ao outro? É só ter um time reserva bem montado e com "horas de voo" no Gauchão para que possamos passar o ano todo jogando competitivamente, em todas competições! O modelo dos times europeus está aí para ser copiado...

Time provável para pegar o Nóia pelas semifinais do Gaúcho 09, Taça Fernando Carvalho - Lauro, Bolívar, Índio, Álvaro e Kléber; Sandro, Magrão, Guiñazu e D’Alessandro; Taison e Nilmar.
Depois do jogo de quinta, atualização das Estatísticas Coloradas 09!

3 comentários:

Mau Haas disse...

Bah che, achei que tinha largado a parada....

Home, acho que a maior jogada do Inter foi trazer Kléber.

E a maior perda foi Alex... este é bolero!!! E tinha raízes no Inter... acho que era o melhor do time...

Qnto ao Tite, acho que ta com medo de inventar (testar) e ser cobrado depois....

André Colombo disse...

Sei lá, posso estar errado, posso ser taxado de pessimista, mas Inter esta se entregando aos erros dos anos 90, e se desmanchando feito açúcar na água. Tudo deu inicio com a saída do Iarley. Fernandão, Clemer e Iarley estavam incomodando fora de campo, como muitos falavam, que eles que escalavam o time e etc. Sei lá.
So sei que sou muito mais Alex que 10 Taison, so mais Alex que Kleber, so mais Alex que Nilmar etc.

Alex queria sair? Que nada, no momento que um "Treinador" e uma comissão técnica, poe um cara como Alex, que levo 2 temporadas nas costas para o Banco tendo que provar "sei lá o que". EU TB PEDIRIA PARA SAIR.

Não sou ingrato, devemos muito a situação, porem votei CHAPA 2 e cada dia que passa vejo que estava certo é uma sequência de erros, não sei onde vamos chegar ou pior, não vamos chegar.

Que seja so fantasmas na minha cabeça, mas odeio quando meu pessimismo se concretiza.

André Colombo disse...

Sei lá, posso estar errado, posso ser taxado de pessimista, mas Inter esta se entregando aos erros dos anos 90, e se desmanchando feito açúcar na água. Tudo deu inicio com a saída do Iarley. Fernandão, Clemer e Iarley estavam incomodando fora de campo, como muitos falavam, que eles que escalavam o time e etc. Sei lá.
So sei que sou muito mais Alex que 10 Taison, so mais Alex que Kleber, so mais Alex que Nilmar etc.

Alex queria sair? Que nada, no momento que um "Treinador" e uma comissão técnica, poe um cara como Alex, que levo 2 temporadas nas costas para o Banco tendo que provar "sei lá o que". EU TB PEDIRIA PARA SAIR.

Não sou ingrato, devemos muito a situação, porem votei CHAPA 2 e cada dia que passa vejo que estava certo é uma sequência de erros, não sei onde vamos chegar ou pior, não vamos chegar.

Que seja so fantasmas na minha cabeça, mas odeio quando meu pessimismo se concretiza.